Vídeo em Destaque

+ Mais videos

Enquete

LULA SERÁ PRESO?
Crônicas do Imperador
na Rede

SCORPIONS: ÚLTIMA TURNÊ!

Quarta feira, 15 de Agosto de 2012
SCORPIONS: ÚLTIMA TURNÊ!

O que eles chamam de “Final Sting World Tour 2012” é muito mais do que uma final de turnê mundial; é uma reação de energia da banda que passará por vários lugares do planeta levando a mensagem de seu metal pesado romântico; e a possível encerramento da carreira do Scorpions. Quem tiver disposto a acompanhá-los até o final do ano, já pode se preparar, começando pela Polônia em 31 de agosto; depois dois shows no México em 5 e 6 de setembro; e no dia 10, no Chevrolet Hall em Belo Horizonte; show que promete, mais uma vez, sacudir a capital mineira pela última vez; portanto, o show será histórico...!

Explicar que são estes senhores alemães que formam uma das mais famosas bandas do mundo é inútil. Há os que sabem tudo e os que nunca ouviram falar; e estes últimos são minoria, pois eles são queridos nos cinco continentes, desde as Savanas africanas até as tribos indígenas da Amazônia. A banda que nasceu em Hanôver em 1965 e nestes quase 50 anos de estrada, muitos foram os sucessos e de certa forma, cada um deles ajudaram a escrever a atual história da música.

Em maio de 2008, aqui mesmo nas Crônicas do Imperador, já havia divulgação frenética do retorno deles ao Brasil (http://www.irregular.com.br/cronicas/scorpions-volta-ao-brasil-128); texto que mereceu publicação na íntegra na página oficial da banda; e que me deixou lisonjeado com tamanha honraria. Eu sou suspeito em falar deles, porque me apanhei sendo fã ainda na década de 70; e depois que ouvi Lady Starlight, nunca mais deixei de ouvi-los, pelo menos uma vez por semana.

Mas voltando a série de shows históricos, depois de Belo Horizonte “os escorpiões” seguem para a Bolívia (12/09); Chile (14/09); Paraguai (18/09); e mais uma vez, agraciando o Brasil com sua presença, nos dias 20 e 21 de setembro eles tocam e cantam em São Paulo no Credicard Hall. Depois do Brasil a banda segue para a Europa e inicia sua caminhada pela Alemanha, Turquia, Belarus, Ucrânia, França, Luxemburgo, Suécia e no dia 15 de dezembro encerra a turnê em Oberhausen – Alemanha no König-Pilsener Arena; haja fôlego. Mas acreditem: há fãs que os seguem por todo o globo!

No Brasil o “Scorpions” já esteve um punhado de vezes e sempre que retornam o público delira com todo repertório apresentado; a primeira apresentação por aqui ocorreu em 1985 durante o evento do Rock in Rio. O público brasileiro tem um carinho especial pela banda alemã, principalmente por que desde a fundação da formação eles sempre emplacaram inúmeros sucessos por aqui. Depois do Rock in Rio a imprensa divulgou que a banda ficou 52 semanas nas paradas de sucesso...

Entre 2000 e 2001 a banda seguiu uma tendência de mudança; os dois álbuns lançados na época marcaram uma etapa vitoriosa na carreira deles. Momento of Glory e Acoustica foram uma explosão de sucesso e um divisor de águas na história do Scorpions. A legião de fãs que seguiam a carreira da banda desde a década de 70, com estes dois trabalhos, passaram a ter outra legião de novos fãs, os mais jovens; e não necessariamente os adeptos dos metais pesados; agregava ao mundo de fanáticos pelos Scorpions os mais românticos e pessoas mais sensíveis; e para reunir num só espaço os metaleiros e os românticos, somente o Scorpions...!

A banda Scorpions sempre foi vista como uma quebradora de paradigmas; quando a ferrenha cortina de ferro cobria o Leste Europeu e a URSS, eles já haviam tocado lá; sempre estiveram a frente de posições políticas e levavam sua mensagem aos mais diversos palcos do mundo; mas depois de 2007 a formação passou a adotar um ponto ainda mais firme quanto aos problemas do mundo. No álbum “Humanity Hour I” eles criaram um conceito para as questões humanitárias e as complicações da Terra; nesta mesma época eles voltaram ao Brasil e junto com os ativistas do Green Peace fizeram uma espécie de show documentário na Amazônia; e pediram ao mundo que não deixassem a floresta morrer.

A banda declara que esta será, provavelmente, a sua última turnê; com um tom sério e saudoso eles declararam em 2010 que até 2013 o Scorpions poderá deixar de existir. A declaração oficial foi esta: “Queremos um fim para a história do Scorpions com a voz alta. Estamos gratos pelo fato de que ainda temos a mesma paixão pela música que sempre tivemos desde o início. É por isso que, especialmente agora que estamos de acordo que chegamos ao fim da estrada. Queremos que vocês, os fãs, sejam os primeiros, a saber, isso. Obrigado pelo apoio constante ao longo dos anos. Vamos ver vocês na turnê.”

A turnê a que se refere a banda é esta que passa pelo Brasil em três datas; 10 de setembro em Belo Horizonte; 20 e 21 de setembro em São Paulo; e depois disso, se tivermos sorte, poderemos ainda ouvir falar de outra, mas a probabilidade é mínima. Quem for fã do Scorpions terá, provavelmente, a última chance de vê-los reunidos num palco, porque depois de 2013, terão que se contentar aos vídeos do You Tube ou aos magníficos DVDs que se encontram a venda.

Eu ainda acredito que até 2015 eles devam tirar umas férias e retornarem para a comemoração de 50 anos da banda; e somente depois disso a carreira de sucesso possa sinalizar um possível fim; mas também afirmo que uma banda como o Scorpions, por mais que se diga que encerrou a carreira, será como Beatles: eterno...!

Eu estive no México, em Portugal e no Brasil. Agora em 2012, farei o possível para vê-los novamente aqui no Brasil e com um pouco de sorte, no dia 19 de outubro, estarei na Europa e poderei dar um pulinho em Istambul na Turquia para celebrar mais uma show ao lado desta banda magnífica que arrebata todos os tipos de corações pelo mundo...!

Apenas por curiosidade, da formação original de 1965, apenas o guitarrista Rudolf Schenker permanece; já o tradicional e consagrado vocalista Klaus Meine entrou para o grupo em 1970. O guitarrista Matthias Jabs ingresosu em 1978; o baterista James Kottak em 1996; e o baixista Pawel Maciwoda em 2004. Outras 12 pessoas tiveram o privilégio de fazerem parte da família Scorpions, mas já deixaram a banda.


Carlos Henrique Mascarenhas Pires



Comentários 0



Nossos Parceiros

© Copyright 2011 - Crônicas do Imperador. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento de sites