Se voltássemos 20 anos na história, com certeza estaríamos deparando com anúncios da ECO 92, que depois virou RIO 92 e que alguns a chamaram de Cimeira da Terra; um encontro onde muito se falou sobre ecologia, mas que na verdade, não deu em nada!" />

Vídeo em Destaque

+ Mais videos

Enquete

LULA SERÁ PRESO?
Crônicas do Imperador
na Rede

RIO + O QUE?

Terça feira, 12 de Junho de 2012
RIO + O QUE?

Se voltássemos 20 anos na história, com certeza estaríamos deparando com anúncios da ECO 92, que depois virou RIO 92 e que alguns a chamaram de Cimeira da Terra; um encontro onde muito se falou sobre ecologia, mas que na verdade, não deu em nada!

Naquela ocasião 156 chefes de Estado se reuniram na Cidade Maravilhosa, para uma visitinha ao Brasil, que mais serviu para enriquecer os cofres de empresas envolvidas no processo, do que para outra coisa; mas no script dizia que eles, os mandatários do mundo, deveriam criar métodos que conciliassem o desenvolvimento econômico com a preservação do meio ambiente. Foi uma das primeiras vezes que se utilizaram em demasia os termos “globalização” e “desenvolvimento sustentável”.

Mas teve muita coisa a respeito deste tema organizado pela ONU. Antes da ECO 92, em Estocolmo, na Suécia, em 1972 113 países já haviam se reunido para traçarem metas ecológicas para o planeta. Na Conferência de Estocolmo deflagrou-se a primeira atitude mundial para se tentar organizar as relações de homem e Meio Ambiente. Naquela ocasião a sociedade científica já detectava graves problemas futuros por razão da poluição atmosférica provocada pelas indústrias; a mesma indústria que pagava e paga os luxos de todos os países em desenvolvimento e os mais desenvolvidos; e que, portanto, eles deveriam providenciar uma alternativa que mantivesse a “mãe do dinheiro” ativa, mas que não parisse mais os filhos anencéfalos...

O grande e grave problema é que os grandalhões como China, Estados Unidos, Rússia e alguns da Europa dependem destas mães ingratas para permanecerem ricos e a menor ameaça de fazê-la estéril ceifaria seus sonhos de maior grandeza. Os mesmos grandalhões participaram de algumas destas reuniões inúteis, mas nada fizeram e nada contribuíram para que as ideias saíssem dos papéis!

Da reunião do Rio em 1992 saiu o documento que foi chamado de Convenção da Biodiversidade; 175 países se disseram signatários deste documento, mas incrivelmente apenas 168 informaram que iria respeitá-lo na integralidade; e o que se sabe mesmo é que nenhum deles cumpriu...

Seis pilares básicos foram extenuadamente discutidos: mudança do clima, ar e água, transporte alternativo, ecoturismo, redução do desperdício e redução da chuva ácida. Para que estes pilares fossem resolvidos como padrão mundial deveria haver consenso e empenho, mas como quase tudo que a ONU discute, os projetos caminharam do nada para o lugar nenhum; e a massa que sustenta todo o equilíbrio social, o povo, o que importa mesmo é o padrão financeiro crescendo; se temos dinheiro no bolso, que se exploda o mundo!

Entre uma e outra reunião bidecana, houveram outras menores; teve uma tal de Rio + 5 que ocorreu nos Estados Unidos; o Protocolo de Quioto no Japão e uma cacetada de encontros medíocres custeados com o dinheiro do povão do mundo. E cada vez que ocorre uma afluência destas haja grana para pagar tudo. Fecha-se espaço aéreo, tem caos em aeroportos, esquadrões de segurança para darem proteção os chefes turistas de Estado e um monte de analfabetos segurando bandeirinhas para saudarem os visitantes.

Agora é a nossa vez! É a vez de o Brasil mandar o povão pras ruas aplaudirem um punhado de aproveitadores que chegam de todas as direções. A Rio + 20 aproveita-se de um momento raríssimo, pois estamos prestes a enxergar a Copa das Confederações, Copa do Mundo e para finalizar, as Olimpíadas. Bastou o Brasil saiu da condição de miserável para medíocre e de colocar uns trocadinhos no bolso que os finórios do mundo já estão de olho em nosso pandeiro. Para quem ainda não sabe, nós brasileiros pagaremos para que 10 países da África e Caribe venham ao Rio!

Como o Brasil tem dinheiro sobrando; e nenhum de nós tem qualquer problema; não passamos fome, nem sede, nem ficamos doentes, nosso Governo Resolveu bancar, dentre outras coisas, a vinda de 10 delegações diferentes com aviões da FAB que sairão dos Estados Unidos e os levarão de volta aos seus países de origem, tudo bancado com o dinheiro farto de nossos impostos. É a velha história de que quem convida dá o banquete!

10 dias de folia no Rio de Janeiro para esperar 120 países, mas até agora apenas 102 marcaram presença; e para marcar o evento, além de muito samba, muitas mulatas, caipirinha e muitas orgias nas zonas cariocas, outro esquema deverá entrar em prática já na manhã de hoje para ferrar a vida de quem precisa trabalhar normalmente; o sistema aéreo brasileiro terá regras especiais durante a bagunça das Nações Unidas Rio+20; os aeroportos do País, principalmente os da cidade do Rio de Janeiro, vão operar em esquema especial e receber reforços para garantir a rapidez no atendimento e segurança de chefes de Estado e delegações estrangeiras que virão para a conferência.

O negócio é o seguinte: - se você precisar viajar nestes dias, se tiver uma cirurgia, uma audiência ou uma reunião importante, torça para que nenhuma delegação esteja usando o mesmo aeroporto que você, porque senão, você estará ferrado! A prioridade para estes casos será deles, não importa o tempo que custar. Sua reunião, audiência ou cirurgia que consiga outra data, porque o Governo já determinou: - O povo que se f...; queremos é fazer bonito para nossos visitantes!

Para que o clima do mundo se mantenha equilibrado e as ações de extração de energia alternativa saia do papel o Brasil fará uma revolução interna para contribuir com a Rio + 20. Além das ações civis, a Força Aérea Brasileira terá um esquema especial para o evento. Pelo menos cinco mil militares vão reforçar a segurança nas bases aéreas do Galeão, Afonsos e Santa Cruz, no Rio, e na Base Aérea de Guarulhos e no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, São Paulo. Os problemas já existentes nestes aeroportos serão jogados embaixo do tapete nos dias da reunião; e depois dela, com certeza eles virão à tona. Mais de 50 equipes especializadas farão a escolta das autoridades que estarão no Rio de Janeiro para a conferência, com 426 batedores. Nestes dias, os assaltos a banco, explosão com dinamite a caixas eletrônicos e chacinas pelo interior do Brasil ficarão praticamente livres para serem executados.

Esta coisa de Rio + 20 é tão megalômana que organização da Rio+20 vai propor ao governo do Rio que entre os dias 20 e 22 de junho seja feriado. A ideia é que com menos veículos na rua seja mais fácil o trânsito de chefes de Estado e de pessoas pela cidade. Ninguém quer que os visitantes imaginem que aqui temos “engarrafamento”, aliás, engarrafar nesta terra; eles querem que os chefes pensem que somente fazemos com a cerveja.
 
Esta é para mim uma das melhores notícias do acontecimento. Haverá eventos na Barra da Tijuca, centro da cidade e aterro do Flamengo. A organização da conferência abrirá ainda vaga para o treinamento e utilização de 1.000 voluntários para a conferência das Nações Unidas. Centenas de empresas lucrarão fortunas com a preparação, outras dezenas lucraram milhões com a propaganda; inúmeras pessoas surrupiaram milhões em propinas, mas cerca de 1.000 idiotas servirão a causa mundial como: VOLUNTÁRIOS; no mínimo são estudantes bilíngues e outros alienados que se sujeitam ao trabalho por uma credencial que eles chamarão de histórica e algumas quentinhas imundas distribuídas pela rede de restaurantes de algum amigo do PT que as vendeu a preço superfaturado... Viva o Brasil justo e nosso Governo humano!
 
Os jovens serão escolhidos em comunidades carentes e formarão uma espécie de "cadastro positivo". "Vamos treiná-los e usá-los no evento. A partir daí, eles estarão preparados para os eventos futuros que acontecerão nos próximos anos", afirmou o ministro Laudemar Aguiar, secretário do Comitê Nacional de Organização da Rio+20. Será que o Ministro Laudemar Aguiar também é voluntário?

A Rio + 20 terá dois temas principais: A economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza; e a estrutura institucional para o desenvolvimento sustentável. Este monte de gente virá oficialmente para discutir isso, mas o que não me sai da cabeça é que todos que virão terão cabeça para outras duas coisas muito importantes: a primeira é sair da rotina e fazer um turismo 0800 com direito a muita mulher pelada em Copacabana; e o segundo é a Crise da Europa e a possível quebradeira que isso pode e vai provocar no resto do mundo, inclusive nos bolsos da maioria daqueles que aportarão aqui neste mês de junho!

Eu tinha dois compromissos importantes no Rio de Janeiro nesta semana, mas a organização de onde trabalho, acho que se esqueceu da Rio + 20. Cancelaram tudo e somente hoje me mandaram oficialmente uma nova agenda que ocorrerá em JULHO, depois das vassouras terem entrado em ação e depois de ter havido a contagem dos prejuízos. Já que não há pauta para o Rio de Janeiro o jeito é: vou passar uns dias em PORTO SEGURO, pedindo a Deus para não mandarem nenhuma delegação para lá, caso em contrário, vou ter que pensar que berimbau é gaita!

 

A última notícia da Rio + 20 é que a Arara Blu, aquela do filme que não ganhou o Oscar; informou esta semana que participará do evento como palestrante do Instituto Lula. Ela irá denunciar que depois do filme foi despedida e que está passando fome em algum lugar do Nordeste...

 

E viva este Brasil rico, próspero, saudável, feliz e sede da Rio + 20!


Carlos Henrique Mascarenhas Pires



Comentários 0



Nossos Parceiros

© Copyright 2011 - Crônicas do Imperador. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento de sites