Vídeo em Destaque

+ Mais videos

Enquete

LULA SERÁ PRESO?
Crônicas do Imperador
na Rede

RETROSPECTIVA 2006

Sábado, 30 de Dezembro de 2006
RETROSPECTIVA 2006

A Rede Globo de Televisão acabou de apresentar o programa “RETROSPECTIVA” e eu, testemunha ocular de tantas histórias, resolvi enumerar as notícias de mais destaque ou aquelas que eu julguei terem sido as mais provocantes de 2006. Com certeza o apresentador Sérgio Chapelin noticiou muito mais do que 50 pequenas matérias, mas foi este número que eu encontrei para fazer um breve comentário e encerrar as minhas crônicas neste ano de 2006.

No programa global a primeira imagem noticiada foi à fajuta conquista aeroespacial que o Brasil diz ter feito com a viagem sem graça e medíocre do Coronel Marcos Pontes à Estação Internacional (1). Uma brincadeira que levou o chapéu de Santos Dumont a estratosfera por um preço de R$ 23 milhões (valores oficiais) e que segundo os comandantes da FAB “foi uma bagatela”.

Ainda ligado ao tema “conquista espacial” não podemos esquecer que em 2006 também foi o ano da primeira iraniana viajar a mesma estação espacial (2) que ficou Marcos Pontes, fato irônico uma vez que o Irã encontra-se praticamente isolado do resto do mundo por causa dos seus inúmeros faniquitos públicos por parte do seu presidente e primeiro ministro.

De olho nos problemas do mundo; os mesmos problemas que podem facilmente fugir do controle de quem os produz para respingar em todo o planeta, não podemos esquecer de fatos acontecidos neste ano como a mudança climática brusca que mudou a cara do planeta, levando chuva forte onde havia seca e muito calor onde há anos não se via o sol por conta do aquecimento global crescente (3); o Protocolo de Kioto também foi lembrado quando os EUA foram os únicos que não assinaram a resolução mundial que prevê sansões para quem polui mais e repasse de verbas dos poluidores para quem preserva a natureza e resolve problemas relacionados ao tema (4). As Cataratas do Iguaçu também foram lembradas pela sua quase perenidade, coisa jamais vista nos últimos 100 anos (5).

Da poluição para a saúde, não é permitido esquecer fatos inusitados como a primeira mão artificial criada com sucesso pleno por brasileiros (6); o primeiro rosto transplantado no mundo pelos ingleses (7) e a gripe aviária que assustou o mundo e quase foi confundida com a profecia de Nostradamus de final dos tempos (8).

O Brasil deixou marcas profundas no esporte mundial e também fica difícil esquecermos de Ana Elisa, a primeira brasileira a subir no topo do mundo, o Everest (9); o Internacional Futebol Clube de Porto Alegre vencendo o Campeonato Mundial de Clubes no Japão (10) e a Copa do Mundo da Alemanha que teve como vencedora a Itália e o Brasil humilhado pela França (11).

No tema “inútil” a história de 2006 não esquecerá o hiper show dos Roling Stones em Copacabana com 1,5 milhões de pessoas que deu ao grupo e ao Brasil o título de Maior Show da Terra (literalmente) (12) e Plutão deixa de ser planeta (13).

Se morreu o palhaço Carequinha (14), outros palhaços muito vivos ficaram para aterrorizar a vida dos brasileiros como a ex-deputada petista Ângela Gualdagnin (15) que dançou no plenário do Congresso para comemorar a absolvição de um colega corrupto. O episódio acabou ficando conhecido como a “Dança da Pizza”. Outros palhaços também se destacaram no cenário político de 2006; os Deputados Federais e Senadores ficaram humilhados com os inúmeros escândalos, dentre eles o mais famoso, Mensalão (16); a outra palhaçada do ex-secretário de Segurança e ex Governador do Rio, Anthony Garotinho, que simulou uma ridícula greve de fome (17) e Severino Cavalcante, ex Presidente do Congresso que foi ridicularizado ao ser pego aceitando propina (R$ 5 mil) para manter um contrato de um restaurante interno da Câmara dos Deputados (18).

No cenário internacional alguns temas envolvem diretamente o Brasil e jamais podemos esquecer como a eleição do outro palhaço Evo Morales e o gás da Bolívia (19). Inesquecível também a volta de Daniel Ortega à Nicarágua (também acho uma palhaçada) (20); Fidel Castro deixa o poder provisoriamente e Cuba será chefiada por Raul Castro, seu irmão (21); seguindo no mundo Latino, Pinochet enfim aceita o convite do satanás e deixa o Chile num caixão (22) e quem diria, o ETA, grupo separatista basco, se declara extinto e sugere um cessar fogo histórico (23). Por ultimo, um tema genuinamente brasileiro que gerou comentários no mundo inteiro, o da eleição pela segunda vez do Presidente Lula para mais quatro anos no comando do Brasil mesmo depois de sucessivas acusações de corrupção em seu partido e de não fazer nada para que os fatos viessem a público (24).

A crise aérea dos tempos de Bin Laden já estava sendo esquecida quando de uma hora para a outra a VARIG com mais de 70 anos servindo o céu do Brasil e do mundo se une ao mesmo time da Transbrasil e Vasp, provocando um dos maiores problemas para as Justiças cível e trabalhista do Brasil (25); logo em seguida a novíssima Gol que andava de vento em popa se envolveu num dos episódios mais tristes da nossa história recente com a queda de um dos seus boeings e teve que contar 154 mortes (26) e por ultimo a TAM que não tinha nada a ver com estas histórias também se viu mais uma vez na berlinda junto com a ANAC que pararam os aeroportos do Brasil e até hoje não disseram o que de fato aconteceu (27).

Antes de encerrar, não poderemos esquecer jamais a estupidez chamada religião, que em nome de um certo Deus imaginário, somente nas cabeças de uns néscios ridículos que em sua maioria são orientais, matam pessoas e às vezes seus próprios irmãos são dizimados em nome daquele mesmo Deus.

Em 2006 foram muitos os episódios nefastos promovidos pelos déspotas do mundo, mas inesquecível e ficarão sempre em nossa lembrança as cenas de lançamento de mísseis nucleares na Coréia do Norte (28); o Irã também testando bombas e ameaçando o mundo inteiro, mas sobretudo, os paises que não forem seus aliados (29); xiitas e sunitas, povos irmãos no Iraque, se matando aos montes todos os dias desde a invasão americana (30); as sete bombas que explodiram em Bombaim na Índia (31); as centenas de carros incendiados na França pelos próprios franceses pobres e protestantes (32); o Taliban voltando aos poucos a dominar o Afeganistão e o mundo dando as costas a aquele povo (33); Israel e Palestina não conseguem se entender e provocam baixas dos dois lados (34); o Líbano recém reconstruído após anos de guerra sendo dizimado pelos israelenses e tendo 1200 dos seus sendo mortos em quase 30 dias de pesados bombardeios (35); o espertalhão Bento XVI por meio de parábolas insuflando o mundo árabe com citações desnecessárias e ridículas à Maomé e tendo de se retratar várias vezes até ter que rezar em uma mesquita da Turquia para ser esquecido (36) e por fim, a condenação e morte de Sadam Hussein no Iraque (37).

Escrevendo tantas lembranças de 2006 que já está se findando, meu leitor pode imaginar que eu esqueci muitas coisas; sim, esqueci mesmo ou não quis citá-las, mas o pesado mesmo são as notícias que finalizarão este simplório comentário; as notícias genuinamente brasileiras que nos envergonharam durante estes tantos dias que demoraram do ano de 2006 até chegar ao fim.

Quem poderá esquecer a menina Letícia que foi encontrada boiando na Lagoa da Pampulha provando de uma vez por todas o “milagre da vida” (38), fato aliás, acompanhado pelos meus amigos delegados da Polícia Civil de Minas Gerais, Dr. Wellington Peres e Dr. Hélcio Sá. Foram estes bravos e inteligentes agentes da lei quem investigaram e elucidaram que de fato tivera sido a mãe da menina quem a abandonou e provocou aquela cena inesquecível para todos os brasileiros.

Quem poderá esquecer o cárcere privado num barraco de mãe e filha na Bahia por nove anos onde o algoz foi o próprio marido (e pai da criança que jamais havia visto o mundo fora daquele barraco trancado de cadeado)? (39); a babá de São Paulo flagrada maltratando aos chutes e ponta pés a criança de cinco anos com síndrome de down (40); a apresentação do vídeo “Falcão, Meninos do Tráfico” do MV Bill (41); as quatro modelos estúpidas que morreram de anorexia (42); os policiais militares fardados e em pleno exercício da função no Paraná flagrados roubando CD player de carros estacionados nas ruas de Curitiba (43); as tantas crianças seqüestradas e recuperadas pela polícia em imagens marcantes (44); as cenas também inesquecíveis de policiais civis, militares, bombeiros e guardas municipais de São Paulo sendo executados a mando do tráfico (45); a trapalhada justiça brasileira que mandou prender uma criança de 5 anos por ter quebrado um vidro de carro (46) e a trapalhada polícia de São Paulo que mandou para a cadeia uma mãe que supostamente teria posto cocaína na mamadeira da filha, tendo a garota ida a óbito e depois a mesma policia descobre que ela era inocente (47). Esta mãe foi presa em flagrante (?????) e permaneceu por vários dias na prisão sofrendo humilhações e torturas, inclusive sendo hospitalizada em estado grave. Quem esquecerá as cenas do Congresso Nacional sendo invadido por centenas de amigos do Presidente Lula e promovendo a maior baderna e quase matando um segurança a pauladas, para nós pagarmos a conta depois e vermos os deputados tentando elevar seus salários em 91% (48)?

As duas ultimas notícias para terminarmos a retrospectiva de 2006 na verdade será expandida em outras e finalizarei com meu comentário. O Brasil não pode jamais promover a segurança pública num lugar como o Haiti (49) se o mesmo exercito se deixa roubar armas de quartéis para servir ao tráfico de drogas do Rio de Janeiro, o mesmo tráfico que promoveu nestes últimos dias uma chacina inesquecível com incêndios a ônibus e outras matanças isoladas da visão pública (50). A tal força de paz que o Haiti merece não pode ser brasileira, infelizmente, pois paz é um assunto que nós precisamos mais do que qualquer outro povo latino.

Feliz 2007 a todos os leitores do Irregular.com.br e para todos os brasileiros!

 

Carlos Henrique Mascarenhas Pires

 

 

PS: Agora, 01:25h do dia 30 de dezembro, me chegou à notícia pela CNN Internacional que acaba de morrer por enforcamento o ex-ditador e presidente do Iraque, Sadam Hussein.

 



Comentários 0



Nossos Parceiros

© Copyright 2011 - Crônicas do Imperador. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento de sites