Vídeo em Destaque

+ Mais videos

Enquete

LULA SERÁ PRESO?
Crônicas do Imperador
na Rede

MORREU GRAÇAS A DEUS!

Terça feira, 20 de Dezembro de 2011
MORREU GRAÇAS A DEUS!

O mundo comemorou a morte de Kim Jong Il, a encarnação do satanás que comandou com mãos de ferro e brasa a digna de pena Coréia do Norte. No dia de hoje, 19 de dezembro de 2011, o mundo ficou sabendo que o “brinquedo assassino” faleceu no sábado e a esta hora, se existe inferno, deve estar ao lado do pai e do próprio Satã.

Palavras fortes e possivelmente interpretadas por alguns como cáusticas demais por retratar a perda de uma vida humana; mas Kim Jong Il nunca foi humano; seu pai não era humano e ao que se acredita, ele morre e deixa um legado de terrorismo ao seu filhote, também desumano.

Pelos registros soviéticos esta figura sinistra e seva nasceu em 1941 na União Soviética; em seu país de adoção dizem que ele nasceu em 1942; nem ele mesmo sabia qual a sua data de nascimento e eu não duvido que não tenha sabido quem o gerou, muito menos por quê se tornou um ditador responsável por milhares de mortes.

Assumiu o comando da miserável e deprimente Coréia do Norte em 1994, depois que sei pai, outro tirano, ter falecido. Durante 17 anos fez de tudo, menos coisas boas e aproveitáveis; mandou matar inocentes, torturou quem quer que tenha citado uma única vírgula contrária a seu governo e impediu que o mundo pudesse ajudar a legião de mortos-vivos que atendem pelo gentílico de norte-coreano.

Não bastasse ser o Presidente do país, Kim tratou também de ocupar os cargos de Presidente da Comissão de Defesa Nacional e de Secretário Geral do Partido dos Trabalhadores (único existente por lá). Estes três cargos lhe conferiram todos os títulos possíveis para comandar todos os poderes e ainda se tornar Deus. Não é nenhum exagero, pois todos os zumbis norte-coreanos acreditam, por medo ou por ignorância, que o Satã travestido de comunista era de fato um Deus.

Qualquer apontamento escrito ou oral que fosse desferido á ele, teria que ser obrigatoriamente como “querido líder”, líder supremo”, “comandante supremo” ou ainda, acreditem, “nosso pai”. Por isso e por muito mais é que nós, aqueles que tivemos a oportunidade de ler, escrever e formar opinião, sempre o descrevemos como sendo o chefe da nação cuja política totalitária não ganhava de nenhuma outra no planeta. Hugo Chávez e Fidel Castro perto de Kim eram dois babacas imaculados e inofensivos...!

Em 2009, pressentindo que não duraria muito, Kim Jong Il tratou de reunir um monte de palhaços sob seu comando para anunciar publicamente que sua cria Kim Jong Un, que ninguém também sabe ao certo a idade, mas presume-se com menos de 30 anos, assumirá o posto de Presidente Eterno. Este menino criado nos costumes da bonança, riqueza, crueldade e poder, assume o país já com o posto de General de 4 estrelas. O sucessor do demônio estudou na Suíça e mesmo muito jovem, também dizem que é diabético e cardíaco; males herdados pelo pai morto.

As cenas expostas hoje na televisão mostravam algumas poucas pessoas se descabelando após o anúncio da morte do tirano Kim; as cenas foram tão patéticas e dantescas que não convenceram nem mesmo a eles próprios, mas é sabidamente certo que todos os filmados chorando de pesar estavam sob forte vigília dos asseclas do regime de Kim e jamais poderiam esboçar outro sentimento público.

O mundo agora espera que o filhote do mal se pronuncie para que haja mais ou menos expectativas a respeito dos vários programas bélico-nucleares desenvolvidos nos últimos anos pela Coréia do Norte. Os fanáticos e doutrinados soldados do Exército do Povo demonstra ser completamente alienado e com um menino mimado a frente do poder do país o que se espera é que ele seja pelo menos medroso ou que acompanhe o mais breve possível o seu pai nesta excursão pelo além; pelo menos ele não deixaria herdeiros...

De hoje em diante 24 milhões de miseráveis ficarão a mercê das ordens deixadas nas cartilhas maléficas de Kim Jong Il, que serão exigidas, ou não, pelo seu sucessor. Era uma boa hora para uma rebelião generalizada de retomada do poder; porque é melhor morrer de fome, mas livre, a morrer de fome sob os auspícios da truculência e da ignorância!

Se aquela gente pudesse imaginar como é o mundo aqui; como as revoluções retiraram do poder um punhado de tiranos; como se comporta a nova juventude e como a informação nos chega numa velocidade inimaginável, com certeza eles já teriam criado células de estudo da liberdade. Se existe um inferno ardiloso, abrasador e fétido, este lugar é na Coréia do Norte atualmente.

Kim Jong Il morreu num país onde 99% do povo é humilde; mas jamais esqueceu-se em vida dos mimos do capitalismo ocidental como vinhos nobres, joias caras e outros luxos. Morreu se asseverando comunista, mas com o coração inteiramente voltado para os prazeres do lado de cá; pago, é claro, com o sangue de seu povo.

Já vai tarde!


Carlos Henrique Mascarenhas Pires



Comentários 0



Nossos Parceiros

© Copyright 2011 - Crônicas do Imperador. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento de sites