Vídeo em Destaque

+ Mais videos

Enquete

LULA SERÁ PRESO?
Crônicas do Imperador
na Rede

ELEIÇÕES 2012

Segunda feira, 27 de Agosto de 2012
ELEIÇÕES 2012

Minha filha, Mariana, acabou de completar oito anos. É uma garota normal, do tipo de brinca, vai a escola e nas horas livres costuma bisbilhotar temas alheios a sua idade; algo comum nas crianças da atualidade; e Mariana não foge a regra. Costuma me chamar para discutir teorias do mundo, e creditem; esta semana ela me seduziu a discutir política, a política de Belo Horizonte.

Mariana entrou em meu escritório e foi logo perguntando: - Pai! Quem é o melhor; Márcio Lacerda ou Patrus Ananias? Márcio e Patrus são os dois candidatos a prefeito de Belo Horizonte com melhor colocação nas pesquisas; e eu que sou apartidário e não nutro qualquer paixão política, lhe disse: - Para mim ambos são bem parecidos. Não gosto do tipo de discurso dos dois, mas entre um e outro, ainda prefeito Márcio. Em seguida lhe perguntei o motivo de sua interrogação; e ela me disse: - Eu acho que Márcio é o melhor mesmo. Quando vejo os programas dos dois, sempre escuto o Patrus falando mal do Márcio, enquanto o ofendido nunca fala mal do ofensor...!

Sei que as palavras empregadas na resposta de Mariana não foram exatamente as que estão grafadas, mas em geral, ela quis me dizer que um só pensa em falar mal do outro e esquece-se de falar de suas propostas para governar a cidade; enquanto o candidato ofendido, este gasta energia explanando aquilo que fez e aquilo que ainda pode fazer. Até as crianças estão discernindo melhor sobre a farsa dos discursos políticos. Aquilo que só conseguíamos entender após os 16 anos, agora até os bebês emitem opiniões políticas!

Aquilo que minha filha percebeu é o que na verdade todo mundo de bom senso percebe. Observem o que acontece agora nos Estados Unidos da América: Barack Obama estava sendo severamente torpedeado pelo seu adversário Mitt Romney por não ter conseguido tirar os EUA da lama. O cara conseguiu ficar lado a lado com a lenda Obama, mas bastou vazar um vídeo mostrando que ele pouco importa com o povo estadunidense, que até seus defensores passaram a atacá-lo. Eu sempre achei que Obama venceria as eleições, mas ainda nutria uma leve dúvida; depois deste vídeo, não há mais equívoco...

A pouco mais de um mês das eleições municipais, resolvi ver como andam as pesquisas eleitorais das principais cidades brasileiras. Precisei ver como andam os grandes ícones da política diante da opinião pública prévia; e confesso que fiquei surpreso com alguns resultados.

São Paulo, o maior colégio eleitoral brasileiro, se nada mudar, tudo indica que um nome pouco conhecido no cenário nacional, Celso Russomano, vencerá José Serra, duas vezes candidato a Presidente da República com expressiva votação. Na capital paulista os votos brancos, nulos e os indecisos somam quase 20% do eleitorado.

Em Belo Horizonte o atual prefeito Márcio Lacerda está à frente de Patrus Ananias com quase 19%; os outros candidatos, todos juntos, não somam nem 6% do eleitorado. Outra cidade que demonstra uma verdadeira surpresa é Recife. Geraldo Túlio do PSB saiu de 7% em julho para incríveis 34% agora; enquanto seu maior adversário, o petista e ex-ministro Humberto Costa, que em julho tinha 35%, agora amarga míseros 23%, empatado tecnicamente com Daniel Coelho do PSDB.

No Rio de Janeiro a situação de Eduardo Paes é mais do que confortável. O moço do PMDB conta com 54% da opinião pública; e seu maior adversário, Marcelo Félix do PSOL, tem 18%. O deputado Rodrigo Maia do DEM não conseguiu nem 4% e isso reflete bem aquilo que Cesar Maia, pai de Rodrigo, possui de imagem na cidade maravilhosa...

Na capital cearense um tobogã persegue o deputado Moroni Torgan do DEM, que começou as pesquisas com 23%, subiu a 32% e agora voltou aos mesmos 23%, mas permanece em primeiro lugar. Helmano de Freitas do PT com 19%, Roberto Cláudio do PSB com 18% e Heitor Férrer do PDT com 13% ainda atormentam a cabeça e a vaga de prefeito de Fortaleza.

Na minha querida Salvador, ao que tudo indica; o povão que passou a detestar o carlismo de ACM (o avô), agora voltou atrás e quer ACM (o neto) no Palácio Tomé de Souza. ACM Neto está com 39% das intenções de voto; seu adversário mais próximo é Pelegrino do PT com 27%. O demagogo, fanfarrão e ex-prefeito Mário Kertész; amarga 6% e a tendência é ficar com menos ainda.

Na capital gaúcha Fortunati do PDT se mantém na casa dos 40%; a candidata Manuela D’Avila do PC do B, com um discurso explosivo e reacionário, também se mantêm na casa dos 30%; já o candidato de Tasso Genro e de Lula, Adão Villaverde, que se rotula como Villa, tem menos de 7% do eleitorado da cidade.

O bicho tá pegando em Curitiba. Luciano Ducci do PSB 31% e Ratinho Júnior do PSC 30% brigam voto a voto do eleitor. O deputado Gustavo Fruet do PDT tem 13%; os outros praticamente nem aparecem no ranking da capital paranaense. Ratinho Junior é para Curitiba o que Celso Rossomano é para São Paulo; dois candidatos que sabem bem como persuadir o eleitor pela imagem e a grande força da mídia...

O deputado Arthur Virgílio do PSDB lidera as pesquisas de Manaus com 29% das intenções de votos; já Vanessa Grazziotin do PC do B está logo atrás com 19%; e querendo encostar-se a ela têm outros três retardatários. Já em Cuiabá, Mauro Mendes do PSB tinha 47% e agora tem 38%, Lúdio do PT tinha 14% e agora tem 29%; enquanto um só sobe o outro só desce; e nesta onda, pode ser que o PT consiga vencer, mas é pouco provável pelos escândalos colecionados pelos amigos do médico Lúdio Cabral.

Todas as informações postadas foram retiradas do site do Tribunal Superior Eleitoral; e a meu ver, os nomes mais conhecidos no cenário político nacional, com raras exceções, estão sucumbindo diante de novos nomes. Algumas cidades estão administrando os espólios da jogatina política, muito comum em época de eleições; e Belo Horizonte é uma delas.

O atual prefeito, Márcio Lacerda do PSB, foi eleito após uma grande aliança entre o PSDB de Aécio Neves e o PT do ex-prefeito Fernando Pimentel; agora PT tem um nome próprio, Patrus Ananias, que desce a ripa naquele que apoiou no passado; e o mais engraçado é que o atual prefeito ficou 4 anos sem ter qualquer escândalo e foi escolhido como um dos melhores prefeitos do Brasil; e o PT, quando indagado sobre o Mensalão, acreditem, pelo menos aqui em Minas Gerais, costuma afirmar que “NÃO TEM NADA A VER COM ISSO”.

Sabemos que alguns dos líderes destas pesquisas das grandes cidades brasileiras são aliados do Planalto, como o próprio Eduardo Paes no Rio de Janeiro, mas o próprio PT não aparece bem nas pesquisas na maioria delas. O partido do Governo Federal aparece como vice-líder em algumas cidades, mas percebam que nelas não há nomes fortes atrás nos resultados; e isso não tem nada a ver com Dilma Rousseff, mas com a imagem nefasta de Lula e os efeitos do Mensalão.

O programa eleitoral obrigatório contribui para que possamos conhecer quem é que tem mais cara de pau; mas o grande problema é quando só há caras de pau!

Em Salvador, mesmo que o Governo da Bahia seja do PT há seis anos, nem assim conseguiu colocar Pelegrino a frente da opinião pública. O Governador Jaques Wagner sussurra pelos cantos que a culpa é de Dilma que não investiu o suficiente no Estado; mas na verdade a culpa é mesmo de Dilma Rousseff, que resolveu fechar parte das torneiras que alimentam a corrupção. Desta forma, Pelegrino não avança e como não há um nome conhecido e forte, a alternativa para o soteropolitano foi escolher, até agora, o advogado novo de hábitos antigos; ACM Neto que incorpora a alma do avô. Somente assim se tem esperança para ver a belíssima Salvador voltar a viver seus dias de glória.

Minha filha Mariana tem razão quando observa o candidato que é franco atirador; o mesmo candidato que esquece que ele próprio pode ser o alvo; elevando aquele velho ditado: quem tem telhado de vidro não atira pedra no telhado alheio!

A maioria das velhas raposas, de certa forma, incorpora parte de Maquiavel em “O Príncipe”; eles somente esqueceram-se de ler, incluir e coligar as lições essenciais de Napoleão Bonaparte acerca da mesma obra. “Há três espécies de cérebros: uns entendem por si próprios; os outros discernem o que os primeiros entendem; e os terceiros não entendem nem por si próprios nem pelos outros; os primeiros são excelentíssimos; os segundos excelentes; e os terceiros totalmente inúteis.”

Qual espécie de cérebro é o seu e de seu candidato?


Carlos Henrique Mascarenhas Pires



Comentários 0



Nossos Parceiros

© Copyright 2011 - Crônicas do Imperador. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento de sites