Vídeo em Destaque

+ Mais videos

Enquete

LULA SERÁ PRESO?
Crônicas do Imperador
na Rede

EIKE BATISTA - EX RICO!

Quarta feira, 30 de Outubro de 2013
EIKE BATISTA - EX RICO!

Na época em que meu pai era criança o magnata do Brasil era Jorge Guinle; milionário conhecido, dentre outras coisas, por ter tido acesso a uma das maiores fortunas do planeta; e por ter traçado (alguns dizem que é mentira) as mais belas atrizes de Hollywood de sua época, as periguetes da época, entre elas Rita Hayworth, Marilyn Monroe, Romy Schneider, Kim Novak, Ava Gardner, Susan Hayward, Jayne Mansfield, Marlene Dietrich e Janet Leigh. Jorge se orgulhava em afirmar ter gasto a fortuna de R$ 2 bilhões de dólares que lhe foi deixada de herança. Foi dono do Copacabana Palace e morreu em completa miséria, morando de favor no mesmo hotel de luxo que lhe pertenceu; e que foi concedido um quarto do anexo, para viver seus últimos dias!

Na época em que eu era criança, homem rico era Antonio Ermírio de Moraes, o Rei do Cimento; ou Silvio Santos, o Homem do Baú. Estes dois tinham tudo (ainda tem), inclusive bancos, fábricas e imóveis, muitos imóveis. Mais tarde, com o passar dos anos, outros nomes foram apresentados como homens muito ricos, a exemplo de Olacir de Moraes, o Rei da Soja e também banqueiro, mas nos dias recentes, ser rico tinha que ter outra conotação. Numa época de muito dinheiro virtual, onde se tem, mas não se pega, o nome em maior evidência era até hoje o de Eike Batista, o Rei do Brasil!

Batista é mineiro de Governador Valadares; atualmente goza de seus 57 anos. Foi casado com um dos maiores símbolos sexuais de todos os tempos no Brasil, Luma de Oliveira, acumulou fortuna (muita fortuna). Analistas de milionários afirmaram que Eike já teve um saldo de 70 bilhões de dólares em patrimônio, quando seus negócios estiveram no topo da pirâmide; depois ele viu isso se derreter chegando a menos da metade; e agora, após a decretação pessoal de recuperação judicial de seu império, dizem que ele só dispõe de 200 milhões de dólares...

O que a maioria das pessoas não sabem é como tudo começou na vida e Eike. Como ele começou a fazer fortuna e qual foi sua inspiração. Muitos imaginam que se trata de um “playboy”, filho de pessoas ricas, que aproveitou-se das oportunidades para dobrar a cada dia o seu saldo bancário. Em tese tudo isso é verdade...!

Eike Fuhrken Batista é filho de mãe alemã e pai que foi ex-Presidente da Companhia Vale do Rio Doce de 1961 até 1986. Quando seu pai assumiu a Vale, Eike tinha 5 anos; e sua vida inteira ele conviveu com lições de uma grande empresa estatal.

Depois de passar a infância no Brasil, foi morar, no início da adolescência, na Suíça, Alemanha e Bélgica, acompanhando a família, que se mudou para a Europa por conta da carreira profissional do pai. Em 1974, iniciou o curso de Engenharia Metalúrgica na Universidade Técnica de Aachen, na Alemanha, mas nunca concluiu o curso. Aos 18 anos, quando seus pais voltaram ao Brasil, começou a vender apólices de seguro de porta em porta na cidade para garantir sua renda pessoal e manter-se de forma independente no exterior. Em entrevistas, Eike costuma afirmar que o estresse e o aprendizado adquiridos com essa experiência foram decisivos para sua formação e seu sucesso!

De volta ao Brasil, no início dos anos 1980, passou a se dedicar ao comércio de ouro e diamantes. Fluente em cinco idiomas (português, alemão, inglês, francês e espanhol), foi intermediário entre produtores da Amazônia e compradores de grandes centros do Brasil e da Europa. Com apenas 21 anos, montou uma empresa de compra e venda de ouro, chamada Autram Aurem, que já tinha o sol inca como símbolo, marca registrada de suas empresas. Em um ano e meio, acumulou US$ 6 milhões com a comercialização de ouro. Sua vocação empreendedora o levou a implementar a primeira planta aurífera aluvial mecanizada na Amazônia, criando o próprio grupo. Aos 29 anos, tornou-se o principal executivo da TVX Gold, empresa listada na Bolsa do Toronto, Canadá, o que marcou o início do seu relacionamento com o mercado de capitais global. De 1980 a 2000, criou US$ 20 bilhões em valor com a operação de oito minas de ouro no Brasil e Canadá e uma mina de prata no Chile. Entre 1991 e 1996, o valor de sua empresa mais que triplicou. Um projeto na Grécia, contudo, causou perdas na companhia, como resultado da recusa do governo grego de licenciar a mina. Em 2001, a TVX Gold acabou sendo comprada pela Kinross Gold Corp. por 875 milhões de dólares canadenses!

O mega milionário brasileiro até outro dia era conhecido como o 3º homem mais rico do Brasil e o 75º do mundo. Eike Batista desenvolveu em suas empresas o chamado “processo de empreender”, que permite identificar os vários processos que precisam ser executados simultaneamente em cada empreendimento para que se obtenha sucesso: a "Visão 360º". Trata-se de um quadro esquematizado com nove áreas/tipos de engenharia: engenharia de pessoas, financeira, jurídica, política, logística, ambiental e social, de marketing, de saúde e de segurança, além da própria engenharia comum, a engenharia da engenharia. E desta forma ele sempre afirmou que sua fortuna jamais veio por acaso; mas sim após longos e árduos anos de luta e trabalho.

O grande problema é que os novos ricos precisam sempre ficarem mais ricos; e para que isso ocorra os mercados viram mesas de apostas; apostas estas que são arriscadas, sobretudo para quem investe; e o Grupo OGX, uma das empresas de Eike, que prometia maior sucesso, acredita-se que QUEBROU.

No 1º trimestre de 2013, a empresa reportou prejuízo de R$ 804,6 milhões, principalmente devido à despesas no valor de 1,195 bilhão de reais referentes a poços secos e áreas subcomerciais devolvidas à ANP após a conclusão do período exploratório em março de 2013. A empresa também foi multada em US$ 300 milhões por supostas irregularidades na instalação e supressão de uma válvula de segurança usada na extração de petróleo e recebeu acusações de ter dívida muito maior do que divulga. A empresa anunciou no dia 01 de outubro de 2013, que não pagaria suas dívidas a vencer de 45 milhões de dólares; e hoje, 30 de outubro de 2013, apenas 29 dias após noticiar que não iria pagar suas dívidas, a OGX entra com pedido de recuperação judicial. Sua ações que chegaram a quase R$ 24,00, fecharam hoje no índice BOVESPA com míseros R$ 0,17 (dezessete centavos).

Aquele que dormiu entre um dos mais ricos do mundo e acordou fora da lista privilegiada, com toda certeza não ficará pobre. Primeiro, porque ele tem patrimônio para saldar suas dívidas; e mesmo que não fique com muito, com certeza Eike deve ter enviado alguns sacos de ouro e diamantes para muitos paraísos fiscais; depois, porque ele sempre foi a melhor fonte quando se tratou de investir em energia e extração aurífera. Um sujeito desta magnitude, jamais ficará paupérrimo, mas sofrerá bastante com este baque!

Na lista dos TOP 10 do Brasil, agora estão: Francisco I. S. Dias Branco – R$ 9.62 bilhões; Norberto Odebrecht – R$ 10.10 bilhões; Carlos Alberto Sicupira – R$ 16.78 bilhões; José Roberto Marinho – R$ 17.10 bilhões; João Roberto Marinho – R$ 17.26 bilhões; Roberto Irineu Marinho – R$ 17.28 bilhões; Marcel Herrmann Telles – R$ 19.50 bilhões; Antônio Ermírio de Moraes- R$ 25.68 bilhões; José Safra – R$ 33.90 bilhões; e o TOP 10, Jorge Paulo Lemann – R$ 38.24 bilhoes, dono da Inbev, maior cervejaria do mundo!

Então, o que fez Eike Batista estremecer? Simples! O sujeito sempre foi uma referência; ele também foi bom pagador. Saiu do zero ao topo em poucos anos; e quando chegou no topo do mundo, inventou que além de ali, havia outro topo ainda mais alto; um cume que ninguém via, mas todos acreditaram que o “midas” os fariam ver. Para se enxergar este topo ainda mais alto, Eike precisou de dinheiro dos outros, prometendo-lhes, por ações de suas empresas, que quem investisse nele, teria seu dinheiro dobrado em muito pouco tempo. Um grupo de apostadores injetaram bilhões de dólares na aposta de Eike; e quando era para receberem uma pequena parcela de apenas U$ 45 milhões, Eike disse a todos que não havia enxergado nem o cume, muito menos tinha condições de enxergar, por enquanto; e isso significa: CALOTE A VISTA!

Com o calote na cara de todos, as ações de suas empresas deixaram de ter liquidez; e sem liquidez não há investimentos; e sem investimento os novos, TUDO PARA; e o playboy Eike Batista começou a cair em abismo profundo...

De rico a pobre em poucos anos, Eike Batista é a clara evidência de que nem tudo que reluz é ouro.

Há quem diga que ele já está de olho no Bolsa Família...!

 

Carlos Henrique Mascarenhas Pires



Comentários 0



Nossos Parceiros

© Copyright 2011 - Crônicas do Imperador. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento de sites