Vídeo em Destaque

+ Mais videos

Enquete

LULA SERÁ PRESO?
Crônicas do Imperador
na Rede

DEPILAÇÃO É UMA ARTE?

Segunda feira, 19 de Dezembro de 2011
DEPILAÇÃO É UMA ARTE?

O termo “depilar” é simplesmente o ato de extrair intencionalmente os pelos corporais, de forma peremptória ou provisória. Eliminar os pelos do corpo pode estar bem em moda, principalmente para as mulheres ocidentais, mas o ato já remonta de milhares de anos. A história revela que em cerca de 1.500 AC os homens já se depilavam usando sangue e gorduras de animais.

Os romanos também se depilavam com soda cáustica; hieróglifos antigos também revelam que Cleópatra retirava os pelos, inclusive os pubianos com ceras quentes e faixas de tecido; e o pintor francês William Adolphe Bouguereau escandalizou o mundo há mais de um século com sua obra Psyche et L’amour de 1889, The Youth of Bacchus de 1884 e Venus de 1879 com mulheres explicitamente pintadas sem nenhum traço de pelos pubianos.

Hoje em dia existem inúmeras técnicas para a retirada de cabelos localizados em todo o corpo. Acredita-se que a maior parte das pessoas que fazem depilação ainda permaneçam usando lâminas de aço quando querem a retirada completa; ou ainda uma espécie de tosa feita com tesouras. Mas nos locais mais modernos as pessoas usam desde ceras, cremes, depiladores elétricos e aparelhos de laser.

As mulheres em geral depilam as axilas, pernas e virilha. Algumas retiram os pelos dos braços, glúteos, seios, depilação anal e uma penugem que insiste em nascer entre o nariz e o lábio superior; aquilo que em nós homens chamamos de bigode. A maioria das mulheres, muito embora não utilize o termo “depilar”, o fazem também na sobrancelha. Mesmo quem só delineia a sobrancelha também faz o ato da depilação.

O homem moderno também se depila. Muitos já retiram os pelos do peito, barba; alguns fazem depilação definitiva na cabeça, pernas e braços. O dorso das costas masculina também sofre com as técnicas depilatórias; e o grande tabu no que tange ao universo masculino é a depilação de virilha. 100% das clínicas de estética fazem depilação de virilha nas mulheres, mas menos de 1% delas oferecem este serviço aos homens; mesmo assim, quando alguma clínica ou salão de beleza oferece o serviço aos homens, poucos são os homens que conseguem se ver livre do preconceito.

O homem para depilar-se nos dias tem que primeiro se ver livre das questões psicológicas e sociais. Clinicamente falando e lendo relatos médicos publicados, os pelos dos homens e das mulheres são completamente diferentes. Os pelos masculinos tendem a ser mais espessos por causa dos hormônios masculinos chamados de androgênios. O desconforto da retirada dos pelos masculinos pelos métodos tradicionais muitas vezes é o fator impeditivo deles procurarem este tipo de serviço, mas a maioria enfrenta o problema social e psicológico. Muitas comunidades insistem em rotular de “gay” todo homem que procura pelo serviço de depilação; fato completamente ignorante e preconceituoso.

Os pelos começam a aparecer na vida de homens e mulheres na adolescência, exceto os tradicionais como os da cabeça, que todas as pessoas nascem com eles e os desenvolvem durante a vida inteira. Muitos se perguntam qual a idade correta para se começar a depilar e isso é um fator inteiramente diferente para cada pessoa. Dependendo da raça, dos hormônios e de uma questão fundamental que muda em cada pessoa: o conforto visual.

Por muitos séculos e em muitas comunidades, homens e mulheres não podiam sequer tocarem neste tema de depilação, porque tudo que estivesse relacionado como a genitália consequentemente estaria ligado ao sexo; e neste campo, sexo sempre foi um tema restrito e caso saísse do contexto “casal”, era considerado pecaminoso. A mulher que se deixasse fotografar nua até algumas décadas era considerada “prostituta”, mas as que aparecessem peladas e sem pelos pubianos, estas eram praticamente excomungadas. Somente depois da década de 80 é que as primeiras pessoas começaram a assumir publicamente qualquer tipo de depilação.

A depilação em regiões consideradas íntimas sempre manteve muito mito. Primeiro se observava que as pessoas ou tinham muitos pelos ou os retiravam completamente; mas a modernidade passou a coligir verdadeiras obras de arte nas genitálias. Com o advento livre da internet e o forte apelo sexual que ela incide em todos, o que não falta são fotografias apresentando modelos e amadores expondo a sua arte pubiana.

Há quase uma década que eu faço minha barba pelo método tradicional e numa barbearia ao estilo antigo; com cadeira de barbeiro, navalha e uma boa dose de conversa com Ribeiro, meu “personal beard”. Os poucos cabelos que me restaram na cabeça Ribeiro retira o excesso com uma máquina moderna e dá o acabamento com tesoura; ele também cuida dos pelos do nariz, ouvidos e sobrancelhas. No salão do Ribeiro homem não depila peito nem costas; mas há cerca de um mês que eu não paro em casa e no Uruguai eu procurei um salão para aparar meu cavanhaque; como não consegui, acabei chegando a uma clínica estética moderna em Punta del Este. A educada e simpática atendente me disse que naquele lugar o homem podia fazer todas as depilações possível e cabíveis. Achei engraçado e não pude deixar de perguntar se até a depilação pubiana; e ela disse que sim.

O centro estético uruguaio me ofereceu um pacote completo para homens e mulheres e até possuem uma espécie de cardápio com fotografias para nos orientar de como ficará a região escolhida para a depilação. É isso mesmo! Se o freguês escolher fazer uma depilação artística na região íntima, poderá escolher entre inúmeras fotos um exemplo já executado em outras pessoas. Tudo devidamente autorizado e feito por clientes que ganham descontos por permitirem tais fotos. A profissional que aparou meu cavanhaque me disse que caso eu desejasse uma arte que não estivesse no cardápio ela faria um esboço com papel desenhado e aplicaria sua técnica em depilação. Se eu permitisse a fotografia da região, a clínica concedia um desconto de 50%. A depilação íntima naquela clínica custa $ 500,00 (R$ 50,00).

No cardápio masculino havia menos de 10 modelos, mas no cardápio destinado a mulherada 30 exemplos fotográficos com nome de identificação. Os mais curiosos foram: o símbolo da Nike, a tulipa, o bigode francês e a coroa de Rei. É inegável que visualizar tais fotografias foi muito mais curioso e hilário do que erótico ou pervertido. Nenhuma das fotos mostra o rosto dos modelos e este menu só é oferecido quando o sujeito compra o serviço.

Os formatos e as dimensões das depilações íntimas são os mais variados. As pessoas que preferem a arte ao invés do clássico recorte, segundo a clínica, são em geral jovens de até 30 anos e principalmente mulheres que desejam fazer uma surpresa para seus amantes. Eles me informaram ainda que os brasileiros frequentam muito o lugar e que 75% das mulheres brasileiras preferem a depilação íntima em formato de coração. Já os homens preferem a retirada completa dos pelos pubianos e raramente solicitam a depilação anal.

Eu também não podia deixar de perguntar sobre quem executava as depilações masculinas; a simpática moça, casada e com menos de 40 anos me disse que ela e mais outras duas profissionais faziam todos os serviços da clínica. Ela ainda ressaltou que quem mais fica constrangido são os homens, principalmente porque, diante do inusitado, muitos deles acabam saindo do estado físico normal...!

Iasmim, a esteticista uruguaia que frisou meu cavanhaque e me revelou os segredos da depilação íntima, também me disse que qualquer pessoa pode se depilar em casa, mas precisa ter muito cuidado com regiões do corpo muito sensíveis. Segundo a profissional, os produtos utilizados devem ser consultados por um dermatologista e quando usarem lâminas, jamais as usarem nas regiões em que os olhos não conseguem enxergar claramente.

Pelo que andei lendo alguns outros mitos rondam o universo da depilação; eis algumas verdades que sempre devem estar bem esclarecidas: depilação por meio elétrico costumam doer bem menos do que as feita com cera a frio; tomar sol depois da depilação escurece a pele; ceras não aumentam a chance de pelos encravados; esfoliar sempre a pele evita o surgimento de pelos encravados; depilar com lâmina não faz o pelo crescer mais grosso; e pessoas de pele negra podem sim fazer depilação a laser sem o menor problema.

Pessoas que usam trajes de banho devem sim ter muito cuidado com a estética dos pelos íntimos. Mesmo que não cause qualquer desconforto visual em que esteja mais “cabeluda ou cabeludo”, em alguns lugares a visão destes pelos em excesso conotam certa vulgaridade.

Muito além de uma questão estética ou de higiene, o ato de depilar a virilha, tanto para homens quanto para mulheres se tornou uma verdadeira produção visual artística. Para muitas pessoas são consumações de pedidos picantes de seus parceiros que enxergam também como uma verdadeira fantasia sexual.

Se você leitor já utiliza a depilação íntima, parabéns; se já usou alguma vez a depilação artística, felicitações pela ousadia. Já se você ainda considera este tipo de arrojo como um tabu, lembre-se que o mundo está mudando tão rápido que em muito breve, pelo andar da carruagem, será trivial!

A última curiosidade dos usuários da clínica uruguaia, me foi revelado que um casal pagou para esculpir na virilha, ele uma seta apontando para cima como nome dela; e ela uma seta para baixo com o nome dele. Esquisitices de um mundo completamente imaginário onde tudo pode ser considerado como prazer...


Carlos Henrique Mascarenhas Pires



Comentários 1

lujasar

Terça feira, 27 de Março de 2012, às 10:09
Adorei a parte que diz o mundo esta mudando,gostei do assunto e por falar em pelos em varias partes do corpo e os variados metodos de depilaçao artistica ou não,detesto quando vejo um filme ou reportagem feito por outros paises nos retratando como macacos peludos corruptos e primitivos,alem de só ver o brasil retratado com a imagem do rio de janeiro e as favelas onde a maioria é negra, volta a "questão pelos" e por isto comento ja que o mundo esta mudando detesto o TABU de achar que somos macacos e a polica não criar meio de defesa .Moro no sul ,tambem viajo muito ao uruguai, e digo são tão misturados e peludos tanto quanto os brasileiros,porque os americanos se julgam menos peludos ?Sabe fiseraõ varios filmes sobre o holocausto mas por sermos "macacos"só nos retratam como latinos ,tambem vivemos problemas desde a chegada dos portugueses e não ganhamos nenhuma homenagem referente,sou branca digito muito mal tenho erros de portugues porque minha educação foi falha ,adoro me depilar inclusive artistica e tenho conciencia que nao sou primitiva ou "macaco" mas TABU é permitir a imagem e o conceito errado de todo um paiz e tambem achar que brasil é só Rio de janeiro ou bahia .



Nossos Parceiros

© Copyright 2011 - Crônicas do Imperador. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento de sites